Logo
  • Secretário Luis Fernando assina em Pinheiro ordem de serviço em rodovias da Baixada

    Ordens
    de Serviço para o início de obras de recuperação e melhoramento de estradas na
    região da Baixada Maranhense foram assinadas, na manhã desta sexta-feira (5),
    pelo secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, em atos
    realizados no município de Pinheiro. Nos serviços, serão investidos recursos da
    ordem de R$ 4 milhões.
    Prefeito Filuca(Pinheiro)

    No
    auditório do Centro de Capacitação de Professores Deny Reis Leite em Pinheiro,
    o secretário Luis Fernando, assinou ordens de serviço para recuperação de
    quatro trechos.

    Presentes à cerimônia de assinatura, os
    secretários Hildo Rocha (Cidades e Assuntos Políticos), Victor Mendes (Meio
    Ambiente); o subsecretário de Saúde, José Márcio Leite; os prefeitos de
    Pinheiro, Filuca Mendes; de Cururupu, José Carlos Almeida Júnior, o Júnior
    Franco; de Serrano do Maranhão, Domaria Rodrigues; de Peri-Mirim, José Felipe Lopes;
    de Palmeirândia, Nilson Garcia; de Bequimão, José Martins; vereadores e
    secretários municipais de Pinheiro e cidades vizinhas, além de lideranças
    políticas, rurais e sindicais da região.
    Estão
    incluídos 32 km da MA-337 até o entroncamento com a MA-106 (de Pinheiro a
    Presidente Sarney) e trecho de 41km da MA-106, de Pinheiro a Santa Helena,
    incluindo 300 metros de asfalto no acesso à Universidade Federal do Maranhão.
    Além desses, haverá obras em 96 km da MA-006 (entre Pinheiro, Central do
    Maranhão, Mirinzal e Cururupu) e em 63 km da MA-106 (entre Itaúna e Pinheiro).

    Na sua vinda a Pinheira o secretário Luis
    Fernando ressaltou o compromisso do Governo do Estado com a Baixada. “A mudança
    é feita com obras; obras que decidem a mudança de rumo no desenvolvimento
    social e econômico da Baixada, como as estradas que são usadas por milhares de
    maranhenses e fazem circular riqueza econômica aqui na região, no estado”, explicou. 

    Secretário Victor Mendes

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!