Logo
  • Sema entrega Prêmio Ararajuba de Jornalismo Ambiental

    Em solenidade bastante prestigiada, a Secretaria de Estado do Meio
    Ambiente e Recursos Naturais (Sema) premiou na noite desta quinta-feira (12)
    seis profissionais da imprensa maranhense na primeira edição do Prêmio
    Ararajuba de Jornalismo Ambiental. A solenidade aconteceu em espaço de eventos
    no Olho d’Água.
    “Este prêmio serve de incentivo às reportagens voltadas para a área do
    meio ambiente e também de agradecimento pelo trabalho desses profissionais como
    agentes fiscalizadores e divulgadores do trabalho da Sema. A imprensa é uma
    espécie de caixa de ressonância da sociedade e nosso objetivo é fortalecer a
    política ambiental do nosso estado”, ressaltou o secretário de Estado do Meio
    Ambiente, Victor Mendes. 

    As homenagens se estenderam aos profissionais que tiveram trabalhos
    selecionados e todos receberam troféus. Foram distribuídos R$ 21 mil em prêmios
    divididos em seis categorias: Acadêmicos de Jornalismo, Telejornalismo,
    Jornalismo Impresso, Webjornalismo, Radiojornalismo e Fotojornalismo. A noite
    também foi animada pelo elenco da peça Pão
    com Ovo
    , da Santa Ignorância Cia. de Artes.
    Foram premiadas as reportagens Campanha Verde para uma Cidade
    Sustentável
    (Guilherme Felipe Oliveira Lima e Rafael Figueiredo da Silva
    Batista – TV UFMA Ascom), Universidade, sinônimo de uma cidade sustentável
    (Sansão Hortegal Neto – site institucional da UFMA), “Beleza e poluição” (Michel Ribeiro Sousa – jornal O Imparcial), Ministério
    do Turismo libera verba de R$ 30 milhões para despoluir praias
    (Biaman
    Prado – jornal O Estado do Maranhão), Cultivo sustentável da ostra no
    município de Raposa
    (Venilson Gusmão – Rádio Universidade FM) e Tartarugas
    do Delta
    (Sidney Pereira, Miguel Nery e Manoel Costa – TV Mirante). 
    De acordo com o secretário Victor Mendes, o nome escolhido para o Prêmio
    Ararajuba refere-se a uma espécie de arara pouco conhecida, que ocorre
    principalmente na região do Gurupi e que está em extinção no Brasil, sendo mais
    frequente atualmente no Maranhão. 

    Os agraciados comemoraram a vitória. Para Sansão Hortegal Neto, vencedor
    na categoria Webjornalismo, a premiação funcionará como um estímulo para que
    prossiga trabalhando o tema. “Este prêmio serve de incentivo para produzirmos
    mais reportagens sobre meio ambiente e, assim, busquemos ajudar em sua
    preservação”, observou. 
    O Prêmio Ararajuba foi lançado em junho pela Sema e contou com 60
    trabalhos inscritos, sendo 27 produções selecionadas para a última etapa. Os
    finalistas foram avaliados por uma comissão julgadora composta por sete
    profissionais da área e especialistas na questão ambiental. O tema foi
    “Sustentabilidade”. 
    A Comissão Julgadora foi composta por Antônio Carlos de Oliveira
    (jornalista e assessor chefe de comunicação do Tribunal de Justiça do
    Maranhão); Antônio Fernandes Cavalcante Júnior (advogado, vice-presidente da
    Comissão de Defesa do Meio Ambiente da OAB-MA); Clarissa Moreira Coelho Costa
    (bióloga, superintendente de Biodiversidade e Áreas Protegidas da Sema e
    professora universitária); Félix Alberto Lima (jornalista, com experiência em
    assessoria e publicidade, proprietário da Clara Comunicação); José Albani Ramos
    de Souza (fotógrafo, autor dos livros “Maranhão, história, cultura e natureza”,
    “Brinquedos Encantados” e “São Luís: alma e história”); Luzenice Macedo Martins
    (consultora da área ambiental da Assembleia Legislativa e da Sema e
    idealizadora do Instituto Maranhão Sustentável); e Nilson José Amorim Matos
    (jornalista e professor do Departamento de Comunicação Social da UFMA).
    OS PREMIADOS
    Acadêmicos de Jornalismo: “Campanha Verde para uma Cidade Sustentável” – Guilherme Felipe
    Oliveira Lima e Rafael Figueiredo da Silva Batista – TV UFMA Ascom;
    Webjornalismo: “Universidade, sinônimo de uma cidade sustentável” – Sansão Hortegal
    Neto – Site Institucional da UFMA;
    Jornalismo Impresso: “Beleza e poluição” – Michel Ribeiro Sousa (Michel Sousa) – Jornal O
    Imparcial;
    Fotojornalismo: “Ministério do Turismo libera verba de R$ 30 milhões para despoluir praias”
    – Pedro Biaman Prado – Jornal O Estado do Maranhão;
    Radiojornalismo: “Cultivo sustentável da
    ostra no município de Raposa” – Venilson Gusmão – Rádio Universidade FM;
    Telejornalismo: “Tartarugas do Delta” – Sidney Pereira (repórter), Miguel Nery (imagens)
    e Manoel Costa (técnico) – TV Mirante.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!