Logo
  • Senador quer trazer a CPI a São Luis para investigar assassinato de Brunno Matos

    A Comissão Parlamentar de
    Inquérito (CPI) que investiga o assassinato de jovens no Brasil poderá
    desembarcar em São Luis para apurar as circunstância e, possivelmente, chegar
    aos assassinos do advogado Brunno Matos, 29 anos, ocorrido no dia 6 de outubro de
    2014.
    Durante reunião no Senado, nesta quarta-feira (13), o senador
    Roberto Rocha (PSB), propôs que seja realizada uma audiência pública na capital
    maranhense para discutir e tentar encontrar soluções eficazes para os
    altos índices de violência na capital maranhense.
    Em seu pronunciamento, o senador ressaltou que o Maranhão
    ostenta números muito negativos, com altos índices de criminalidade e de mortes
    entre os jovens. Ele citou o exemplo de Brunno Matos, advogado de 29 anos que
    foi assassinado em outubro do ano passado, cujo crime até hoje ainda não foi
    totalmente elucidado.
    “Brunno foi assassinado cruelmente e o caso ainda está sendo
    investigado pelas instituições do estado, porém está muito aquém do desejável.
    Eu acredito que com a presença desta comissão em São Luís, iremos colocar uma
    luz neste episódio lamentável, e que a partir deste caso, nós pudéssemos, de
    maneira exemplar, melhorar as instituições no Maranhão”
    ,
    disse.
    A CPI foi instalada no Senado no mês de abril deste ano, e é
    presidida pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA). O objetivo é realizar um
    conjunto de audiências públicas para investigar e fazer um diagnóstico das
    causas dos assassinatos de jovens no Brasil anualmente. Das 56 mil pessoas
    assassinadas no país hoje, 53% são jovens.

    Confira o vídeo com a argumentação do senador maranhense durante
    sessão da CPI:

    Do blog do Robert Lobato

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!