Logo
  • Servidores efetivos da saúde denunciam prefeito de Pinheiro ao Ministério Público por atraso de salário

    Servidores efetivos da saúde de Pinheiro, denunciaram o prefeito da cidade, Luciano Genésio, ao Ministério Público na manhã desta quarta-feira (18), por atraso de salário e o não pagamento da primeira parcela do 13º salário.

    De acordo com uma servidora que não quis se identificar, o salário referente ao mês de setembro está em atraso e a classe teme não receber o 13º que há mais de 15 anos a primeira parcela era pago até 15 de julho e está sem previsão. “Ele não teve dinheiro pra pagar a gente no meio do ano, como é que ele vai pagar tudo no fim do ano?”

    Os servidores afirmam que são oferecidas as condições mínimas de trabalho e que falta todo tipo de material e remédio nos locais de saúde. Além da denuncia feita ao MP pelos servidores da saúde de Pinheiro, o sindicato de professores da cidade também protocolou uma série de denuncias no Ministério Público.

    Um governo marcado por escalados e corrupção, a sociedade pinheirense clama pelo afastamento imediato do prefeito da cidade e pede encarecidamente que o Ministério Publico tome uma providencia urgente.

    Assista abaixo a reportagem completa da nova Difusora de Pinheiro.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!