Logo
Noticias

Othelino Neto pode virar “ficha suja”

O
deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) está no “corredor da morte” no que diz
respeito à Lei da Ficha Limpa.
O
parlamentar “comunista” ainda não foi condenado, é verdade, mas tudo indica que
será questão de tempo para que receba a “injeção letal” que poderá tirá-lo da
disputa eleitoral de 2014.
Na
semana passada, Othelino teve os seus direitos políticos suspensos por 5 anos,
devido à supostas traquinagens feitas quando esteve à frente da Secretaria de
Meio Ambiente, nos governos José Reinaldo e Jackson Lago. Para muitos, deputado
é um dos ‘novos ricos” que sugiram no estado nos últimos anos.
Em
outubro do ano passado, o parlamentar deixou o PPS por discordar da candidatura
da deputada Eliziane Gama e filou-se ao PCdoB do pré-candidato a governador
Flávio Dino.
Othelino
Neto é uma daquelas companhias que fazem da candidatura Dino não ser muito
simpática a um amplo setor da sociedade.
É
aquela coisa, nem sempre neto de peixe, peixinho é.

Com inelegibilidade de Luciano e Othelino o nome da Oposição de Pinheiro nas eleições deste ano é Elizeu de Tantan.

Entre os pretensos candidatos
a deputado estadual no município de Pinheiro, ligados a oposição esfacelada,
local ou pára-quedista, apenas a candidatura do vereador Elizeu de Tantan (PSB)
está de pé.  
Desde o dia (26) de
Novembro em decisão proferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do
Maranhão. O desembargador Froz Sobrinho declarou a inelegibilidade do suplente
de deputado estadual Luciano Genésio
(SDD) até 2020.
Luciano Genésio e o
ex-prefeito Zé Arlindo, foram acusados pela coligação “O Trabalho Está de
Volta”, de haver usado a realização do carnaval da cidade para promover o
número do então candidato à reeleição. “Pinheiro – Carnaval 40 Graus” era o slogan do evento.
Ontem quinta-feira (17) o
deputado estadual Othelino Neto (PC
do B) foi condenado pela Justiça Estadual por improbidade administrativa ambiental,
concessão de licença sem cumprimento de formalidades legais e omissão do dever
de fiscalização.
Com a decisão o
parlamentar teve os direitos políticos suspensos por cinco anos – o que o
impossibilita de concorrer a cargos eletivos.
Com os dois fora do páreo,
o nome da oposição de Pinheiro sendo o único candidato da oposição local em totais
condições de buscar uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado é Elizeu de
Tantan.  
Elizeu tem levado ações em
diversas comunidades de Pinheiro, e têm avançado firmando parcerias em outros
municípios. O nome de Elizeu já foi ventilado em reuniões do grupo Genésios, e possivelmente
será apresentado como o candidato do grupo em Pinheiro, já que Luciano está
impossibilitado de concorrer.  

Parceria na baixada: Pré – candidatura de Leonardo Sá recebe adesões em Peri-Mirim

Ex-prefeito Afonso e vereadora Telma
O pré-candidato a
deputado federal Leonardo Sá (PDT) lançada oficialmente pelo maior líder da
oposição no estado do maranhão Flavio Dino, segue firmando alianças em toda
região da baixada.
Maior nome da nova frente
política oposicionista no município de pinheiro, Leonardo, lança o nome para representar a baixada na câmara
federal, e vem recebendo muitas adesões.
Na ultima semana o
ex-prefeito de Peri-mirim, Afonso Pereira Lopes (PSC) e a vereadora mais votada
do município Luzitelma Penha (Telma PSC), abraçaram o projeto político do
médico Leonardo em prol da baixada.
Afonso foi prefeito no
município de Peri-mirim, de 2008 a 2012 e decidiu não concorrer à reeleição, a
vereadora Telma obteve “697” votos nas eleições de 2012, e consegui o feito de
ser a mais votada dentre os candidatos do município.
Além do ex-prefeito e da
vereadora, a maioria dos agentes comentários de saúde do município de
Peri-mirim, já aderiu à pré-candidatura de Leonardo.
Com os apoios recebidos
em Peri-mirim, a nossa candidatura ganha força. Com as parcerias firmadas e
muitas adesões que estamos recebendo em toda baixada e em outras regiões, o
nosso projeto a cada dia ganha consistência. Agradeço a todos que até o momento
abraçaram esse novo desafio, disse Leonardo.

Inelegível até 2020, Luciano Genésio vai levar campanha no “Banho Maria” e negociar eleitorado na reta final.

Penaldon Jorge e Luciano Genésio
O
suplente de deputado estadual, Luciano Genésio (Solidariedade), está
inelegíveis até o ano de 2020. O julgamento do TRE, que ocorreu desde o dia (26/11/2013),
o relator da matéria, juiz José Carlos Sousa Silva, votou pela improcedência do
recurso, mas acabou sendo voto vencido.
O
desembargador Fróz Sobrinho inaugurou a divergência e foi acompanhado por
outros quatro membros da Corte Eleitoral, declarando a inelegibilidade do suplente e do ex-prefeito de Pinheiro Zé Arlindo.
Os
dois foram acusados pela coligação “O Trabalho Está de Volta”, de haver usado a
realização do carnaval da cidade para promover o número do então candidato à
reeleição.
“Pinheiro
– Carnaval 40 Graus” era o slogan do
evento. O número do PSB José Arlindo é o 40. Também sofrem acusações de haver
efetuado gastos de mais de R$ 700 mil com a festa utilizada para promover-lhe
eleitoralmente.
Mesmo
inelegível até 2020, Luciano Genésio insiste afirmando para poucos que será
candidato nas eleições deste ano.  Na verdade
o que busca Luciano é tirar proveito do seu eleitorado no município de Pinheiro.
No
ultimo domingo (12) Luciano reuniu com meia dúzia de aliados para traçar metas
para sua campanha. Segundo informações que chegaram ao blog, o suplente já afirmou
que está inelegível, e vai levar a campanha no “Banho Maria” para negociar o
eleitorado na reta final com um candidato com chances reais de eleição.
Com a campanha “engana besta”. No
próximo dia 19, o suplente de deputado em parceria com o ex-deputado hoje seu
maior aliado penaldon Jorge, realizam o que estão chamando de ação médica e
esportiva na Zona Rural de Pinheiro, nos povoados Bacabal, Tatuzinho, e Porão
do Pirrós. A única medica que estará efetuando consulta na ação é Graça Mendes,
mãe de Luciano, a mulher que mandou a saúde do município de pinheiro pra UTI em
2012.