Logo
  • Trabalho das quebradeiras de coco babaçu resiste no Maranhão

    O Repórter
    Mirante de sábado (10) mostrou que, no Maranhão, o babaçu
    ainda é o único sustento de muitas famílias que vivem no campo – um trabalho de
    subsistência comandado pelas quebradeiras de coco.
    O repórter
    Sidney Pereira e o cinegrafista César Hipólito mostram como a extração da
    amêndoa e do óleo do babaçu já movimentou a indústria do estado, quando usinas
    empregavam comunidades inteiras nos processos de produção, que incluíam desde a
    extração do coco até a fabricação de produtos derivados do babaçu.
    Veja Aqui como as
    fábricas se reinventaram para vencer a concorrência internacional e porque a economia nordestina tem ajudado a recuperar a atividade extrativista das
    quebradeiras de coco no interior do maranhão.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!