Logo
  • Vice de Lobão Filho será conhecido em Convenção

    Victor Mendes cotado como vice.
    A
    duas semanas da data da Convenção do PMDB, os membros da direção estadual
    consideram tranquilas as movimentações na organização do evento que lançará o
    senador Lobão Filho como candidato ao governo do estado. A tranquilidade se dá
    mesmo diante da indefinição das chapas majoritárias de senador e governador, já
    que até o presente momento, não existe indicação formalizada para as vagas de
    segundo suplente de senador e vice-governador.
    O
    presidente estadual do partido, Remi Ribeiro, reafirmou a tranquilidade dos
    correligionários e declarou que do ponto de vista estrutural, tudo já está
    organizado. “A preparação para a Convenção está correndo na perfeita ordem, do
    ponto de vista da organização e local”, disse.
    Remi
    declarou que durante a Convenção deverão ser conhecidos também os candidatos a
    deputados federais e estaduais. “As candidaturas proporcionais são outra
    questão que também já debatemos. Candidatos pelo partido que deverão ser
    anunciados durante a Convenção”, afirmou.
    Sobre
    o Senado, o presidente da legenda assegurou que a proposta de indicar Gastão
    Vieira e o primeiro suplente do Partido dos Trabalhadores está mantida. “A
    discussão do Senado deve ser encaminhado da forma que está proposta, da
    candidatura do deputado Gastão Vieira, com a primeira suplência para o PT”, disse.
    `
    Vice
    – Depois de descartada a hipótese de aliança com o PDT, já que nesta semana,
    durante Convenção Nacional do partido, o presidente da legenda, Carlos Lupi,
    reafirmou apoio à Flávio Dino (PCdoB), o PMDB agora segue em busca da indicação
    do nome que dividirá a chapa com Lobão Filho.
    O
    Partido dos Trabalhadores já tem um espaço garantido na majoritária do grupo
    com primeira suplência de senador. Entretanto, alguns membros ainda não
    desistiram da candidatura à vice-governador. O nome indicado pelo partido é o
    ex-secretário do Trabalho, José Antônio Heluy. Além dele, cogita-se também a
    indicação do deputado estadual Victor Mendes (PV) e do ex-prefeito de
    Imperatriz, Ildon Marques.
    Sobre
    essa escolha, o presidente do PMDB afirma que já existe um perfil pré-traçado
    como exigência para quem ocupará a vaga. “Estamos aguardando. A vice é um
    complemento na chapa. Estamos buscando uma pessoa que venha somar e
    representar, com conhecimento e certa experiência política”, disse.

    Até
    o momento, o Partido Republicano ainda não se manifestou oficialmente para
    compor a coligação dos partidos na eleição proporcional. Apesar disso, Remi
    Ribeiro garante que o partido continua como aliado e que o momento é o de
    definir como a legenda se encaixará na coligação proporcional. “Ainda há uma
    indefinição no caso do PR. Já estamos com praticamente tudo combinado e
    acertado, mas precisa saber como ele vai se acomodar nas chapas, por conta das
    alianças que se filiaram em partidos considerados menores”, disse

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!