Logo
  • Waldir Maranhã perde 700 mil de fundo partidário e deve deixar Luciano Genésio sem ajuda financeira em Pinheiro.

    Luciano Genésio, aliado de Waldir Maranhã, e candidato do PP em Pinheiro, já contava com a verba do fundo partidário, o deputado Waldir Maranhão já tinha prometido algo em torno de 200 mil para ajudar nos gastos da campanha de Genezinho.  

    Zé Genésio, Ex-prefeito cassado, Waldir Maranhão deputado enrolado e Luciano Genésio, uma réplica do pai, Zé Genésio.

    Zé Genésio, Ex-prefeito cassado, Waldir Maranhão deputado enrolado e Luciano Genésio, uma réplica do pai, Zé Genésio.

    Por:

    O vice-presidente da Câmara Federal, Waldir Maranhão (PP), continua sofrendo sanções por ter ficado ao lado da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) no impeachment que a petista enfrenta no Congresso Nacional. Depois de reverter um processo de expulsão, ele teve todos os recursos do fundo partidário cortados.

    A informação foi divulgada pela Coluna Expresso, da Revista Época. O PP deixará de repassar cerca de R$ 700 mil do fundo partidário. Há outros quatro deputados do partido na mesma situação.

    O valor serve para ajudar aliados políticos nos municípios, principalmente no período eleitoral. Sem os recursos, Maranhão perde um valor considerável para contribuir com candidatos a prefeito pelo interior, o que pode comprometer futuros acordos visando as eleições em 2018. Além de ser boicotado no plano nacional , no Estado, Waldir trava uma guerra pelo controle da legenda com o deputado licenciado André Fufuca que tomou dele a presidência do PP.

    Na última semana, por telefone, Maranhão disse muitos impropérios a Fufuca, acusando-lhe de golpista por ter vendido o PP em Pinheiro.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!