Logo
  • Wellington propõe criação de Frente Parlamentar em defesa da Educação

    O vice-presidente da
    Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Wellington
    do Curso (PPS), propôs, na manhã desta quinta-feira (6), a criação da Frente
    Parlamentar em defesa da Educação.  A proposição foi ressaltada quando o
    parlamentar destacou o desempenho das escolas do Maranhão no Enem 2014, segundo
    os dados divulgados pelo INEP na última quarta-feira (5).
    Ao analisar os dados
    divulgados, Wellington citou as 20 escolas do Maranhão com melhores desempenho,
    ressaltando que dentre todas, apenas duas são públicas. Essas, por sua vez, são
    todas federais, o que evidencia o caráter emergencial em se articular políticas
    públicas em defesa da educação nas escolas do Estado.
    O parlamentar também
    destacou o fator socioeconômico, que influenciou significativamente no
    desempenho dos alunos. Ao relatar, o deputado lamentou o “abismo”
    que, segundo ele, ainda existe entre as escolas públicas e privadas.
    “O art.205 da Constituição
    Federal preconiza que a educação é direito de todos e dever do Estado. É um
    direito social, fundamental. Dentre as 20 escolas do Maranhão com melhores
    resultados no Enem, apenas duas são públicas e essas duas são federais, o que
    revela que a educação pede socorro. É inaceitável que ainda tenhamos um ‘determinismo’
    ao concedermos uma educação precária aos nossos jovens que precisam do ensino
    público. A educação não é para ‘pobre’ ou para ‘rico’. A educação é direito de
    todo cidadão. Por isso, é preciso articular políticas que permitam que o filho
    do pedreiro, da doméstica, seja o médico, o juiz, o engenheiro de amanhã.
    Precisamos dar condições para isso”, pontuou Wellington do Curso.
    Ao analisar o cenário
    nacional, o deputado Wellington do Curso falou sobre a criação da Frente.
    “Percebemos que o que queremos não é sonho ou utopia. O que queremos é possível
    e se faz com a ênfase na educação integral, com as melhorias nas escolas e
    diversos outros mecanismos. É almejando atenuar tal cenário que proponho, nesta
    Casa, a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Educação, a fim de que nos
    debrucemos sobre os problemas que permeiam a educação em nosso estado. Hoje,
    infelizmente, o Maranhão ainda soletra quando o assunto é educação”,
    analisou.
    Fazendo referência ao dia
    dos profissionais da educação, comemorado hoje, o parlamentar apresentou três
    Projetos de Lei em defesa dos professores: um que dispõe sobre a criação do
    programa estadual de saúde vocal e auditiva dos professores e integrantes do
    quadro do magistério; outro institui a Política Estadual de Prevenção às
    Doenças Ocupacionais que acometem os docentes e os demais profissionais da
    educação; e há, ainda, o que dispõe sobre a Política de Prevenção à Violência
    contra Educadores e dá outras providências.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!