Bomba! Prefeito de Pinheiro ludibriou juíza de Direito do Juizado Especial Criminal de atestado médico.

O prefeito de Pinheiro que deveria se apresentar no fórum da cidade no dia 29 de agosto, para audiência, apresentou um atestado médico para justificar a ausência. O prefeito alegou a impossibilidade de  locomoção, porém o atestado emitido pelo Dr. Pedro Lobato, conceituado médico da cidade, não revelar o horário da consulta a que teria se submetido o prefeito.

De acordo com o médico, o prefeito foi diagnosticado com CID 10 A04.9 (infecção intestinal bacteriana não especificada). O atestado não passa de uma contradição, já que no dia e horário da audiência o prefeito estava acompanhado o governador Flávio Dino, na entrega de importantes obras do governo do estado para cidade de Pinheiro.

O prefeito mentiu para autoridade Judicial, Dra. Lavínia Helena Macedo Coelho, Juíza Titular da Comarca de Pinheiro. O evento de assinatura de ordem de serviço e obras terminou por volta das 14:00h, dai o prefeito saiu para percorrer vários pontos da cidade ao lado da comitiva que acompanhava o governador, como mostram as imagens.

Qual foi o horário da consulta do prefeito com o Dr. Pedro Lobato? Qual o período de tempo que o prefeito ficou sem se poder se locomover???. Com a palavra a Dr. Lavínia, juíza de Direito do Juizado Especial Criminal de Pinheiro – Ma, que foi ludibriada pelo prefeito.

Comente