Exposição apresenta produção ceramista alcantarense do Quilombo de Itamatatiua

Será aberta, a partir das 19h do dia 3 de maio, na Galeria de Artes do Palacete Gentil Braga,...

Será aberta, a partir das 19h do dia 3 de maio, na Galeria de Artes do Palacete Gentil Braga, localizado no Centro, a exposição “Um saber ancestral: a produção ceramista no Quilombo de Itamatatiua, em Alcântara-MA”.

 

A mostra é o resultado de uma pesquisa coordenada pelo professor Arkley Marques, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (PGCult), por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Empreendedorismo da UFMA (DAC-Proexce).

 

Contando com o fomento da Fapema, a exposição apresentará fotografias e peças em cerâmicas produzidas por ceramistas quilombolas, uma tradição secular. De acordo com o professor Marques, ela contará com peças produzidas em instalações coletivas que auxiliam, ao longo do tempo, na compreensão desse ofício ancestral pelos povos.

 

As peças foram feitas especialmente para a mostra, por 14 ceramistas profissionais e quatro crianças aprendizes. “A exposição é um pequeno fragmento de um texto que vem sendo construído a várias mãos, sobretudo pelas mãos de quem manipula o barro e transforma-o em arte”, afirmou Marques.

 

O professor também afirma que a proposta da mostra é levar o público a refletir sobre as peças que espelham os dons particulares das ceramistas pelo conjunto da obra, considerando a arte cerâmica como um modo de fazer que carrega consigo aspectos intangíveis extremamente relevantes para se conhecer a história, a memória e a cultura. “Trata-se, portanto, de uma referência cultural que permeia a identidade dessas mulheres ceramistas”, declarou.

 

Oficinas gratuitas

Na programação da exposição, serão realizadas oficinas de manipulação de argila para elaboração de objetos cerâmicos nos dias 4 e 9 de maio, das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h30.

 

As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas pelo site www.cultura.ufma.br ou pelos telefones (98) 3272-9361 e (98) 3272-9362, com vagas limitadas. A exposição fica aberta ao público no período de 3 a 30 de maio de 2018, das 9h às 12h e das 14h às 17h30.

 

A oficina de Manipulação de Argila para Elaboração de Objetos Cerâmicos terá como facilitadores os professores da UFMA Arkley Marques Bandeira e Eloisa de Jesus, além das ceramistas de Itamatatiua, Neide de Jesus e Ângela de Jesus.

 

A carga horária é de sete horas-aula para a participação, e a oficina propiciará imersão no universo da cerâmica artesanal com técnicas ancestrais, segundo a descrição da organização. 

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados