Descaso

Falta de ambulância ou omissão de socorro? Paciente não é socorrido e revolta pinheirenses

Mais um fato lamentável causou indignação a sociedade pinheirense. Por falta de ambulância ou omissão de socorro, uma pessoa...

Mais um fato lamentável causou indignação a sociedade pinheirense. Por falta de ambulância ou omissão de socorro, uma pessoa deixou se ser removida para o Hospital Antenor Abreu de Pinheiro.

Um homem que se identificou como Cabral, trafegava pela principal avenida da cidade quando se deparou com uma pessoa  tendo crises e convulsões de Epilepsia. De imediato o homem ligou para o SAMU de Pinheiro e foi informado que a ambulância  estava em ocorrência.

Depois de uma segunda tentativa, mais uma vez o homem foi informado que a ambulância ainda estava em ocorrência.  o homem então resolveu ir até o SAMU de Pinheiro e constou In Loco que havia uma ambulância na garagem. 

O homem questionou a atendente via telefone, sobre ambulância parada na garagem. A atendente informou que o veiculo estava isolado  após ter transportado um paciente com meningite.  Após ter fotografado a ambulância, e questionado a atendente, outro funcionário do SAMU conversou com Cabral, desta vez dizendo que tinha ambulância e perguntado se o paciente anda estava no local.

Questionado pela rápida aparição da ambulância, o funcionário do SAMU  se irritou. Vejam os áudios abaixo.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados