Publicidade
Governo

Governo promove Caravana Quilombola em Pedro do Rosário

As comunidades rurais quilombolas de Pedreiras 2 e Anta, no município de Pedro do Rosário, recebem, nesta quarta (23)...

As comunidades rurais quilombolas de Pedreiras 2 e Anta, no município de Pedro do Rosário, recebem, nesta quarta (23) e quinta-feira (24), mais uma edição da Caravana Quilombola, ação realizada pelo Governo do Maranhão para promover atendimentos de saúde, educação, desenvolvimento social e palestras diversas nos quilombos do Maranhão.

As caravanas são coordenadas pela Secretaria de Estado da Igualdade Racial (SEIR) e integram as ações do Programa Maranhão Quilombola, ocorrendo sempre em parceria com as Secretarias de Estado da Saúde (SES), Desenvolvimento Social (Sedes) e Mulher (SEMU) e também com as prefeituras municipais, que colaboram cedendo servidores e logística para o transporte de quilombolas do entorno para onde ocorrem os atendimentos.

Em pouco mais de um ano, a Caravana Quilombola já atendeu às populações de mais de 150 comunidades rurais com grande concentração de negros e prestou mais de 30 mil atendimentos nas áreas de saúde, educação, assistência social, políticas para as mulheres e igualdade racial.

Para a assessora de saúde da SEIR, Iracema Amorim, as caravanas mostram o compromisso do Estado com os quilombolas maranhenses. “A Caravana em quilombos é uma ação inédita no Maranhão, como o Programa Maranhão Quilombola também é. Antes, nunca um governo tinha prestado tantos serviços para o povo preto que mora nestas comunidades rurais distantes e esquecidas, mas o governador Flávio Dino se sensibilizou e colocou as secretarias de estado para fortalecer estas comunidades e melhorar as condições de vida dos quilombolas”, informou.

As ações da Caravana sempre acontecem em comunidades cuja localização facilite o acesso às outras do entorno e o transporte dos moradores é feito pela prefeitura, mas os quilombolas também vão com seus meios próprios, como motos e bicicletas.

Os profissionais de saúde que trabalham em caravanas prestam diversos tipos de atendimentos, tais como: consultas de clínica geral, de enfermagem, fisioterapia, nutrição, verificação de pressão arterial e glicemia, testes rápidos para HIV, hepatite B e C e Sífilis, distribuição de preservativos masculinos e femininos, exames preventivos, vacinação (tríplice viral, varicela, BCG, pólio e rota vírus), atividades de saúde bucal (palestras, escovação, aplicação de flúor e entrega de kit de escovação) e dispensação de medicamentos.

Diversas palestras educativas são realizadas, com as temáticas sobre aleitamento materno, saúde bucal e nutrição. Assessores da SEMU e SEIR realizam palestras relacionadas à violência doméstica, Lei Maria da Penha, etnia e territorialidade.

Também são promovidas escutas qualificadas com os moradores, onde acontecem relatos de racismo, violência e influência das drogas nas comunidades. A partir dessas informações prestadas, os técnicos programam futuras intervenções para buscar a solução para os problemas apresentados, em ações de parcerias com os governos estadual e municipal e as próprias comunidades.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados