Governo

Novo terminal do Cujupe recebe ação de saúde

Prestes a ser entregue totalmente reconstruído e com estrutura ampliada, o novo Terminal do Cujupe sediou, nesta quinta (14),...

Prestes a ser entregue totalmente reconstruído e com estrutura ampliada, o novo Terminal do Cujupe sediou, nesta quinta (14), uma ação de saúde promovida pelo Posto de Saúde do Cujupe, voltada à vacinação contra o vírus da gripe. Durante todo o dia a equipe ofereceu a vacina aos usuários – prioritariamente o grupo preferencial formado por idosos, crianças, gestantes e mães de recém-nascidos – além de serviço de aferição de pressão arterial e teste de glicemia.

A atividade foi realizada na Ala Sul do novo terminal, área construída na primeira etapa da obra e que foi concluída no primeiro trimestre. A enfermeira Josiane Gusmão, coordenadora da área de Imunização do município, foi a responsável pela ação. Segundo ela, o local foi escolhido por se tratar de uma área segura e por onde circula um grande número de pessoas.

“Nós viemos ao terminal para fechar a nossa meta de vacinação, que já está quase alcançada. Estivemos nas comunidades de Cujupe, Japeú e também na ilha de Cajual e hoje esperamos imunizar um grande número de pessoas”, informou.

A dimensão do projeto de reconstrução do Terminal do Cujupe vai além da infraestrutura para o transporte aquaviário e rodoviário entre a capital e os municípios da Baixada Maranhense. “O objetivo é devolver o respeito à população do Maranhão, que agora terá uma estrutura adequada para o transporte e ao mesmo tempo um equipamento público concebido como espaço da comunidade, com oferta de produtos e serviços e palco para suas manifestações culturais”, afirma a gerente de Comunicação e Relações Institucionais da EMAP, Deborah Baesse.

Exemplo dessa dimensão, lembra Deborah, é a inclusão do Terminal do Cujupe – ainda neste semestre – na expansão da Rede de Internet Grátis do Maranhão (Maranet), que integra o programa Cidadania Digital. A rede já está presente em São Luís, Vitória do Mearim, Pinheiro, Pindaré-Mirim, Arari, Imperatriz e Coroatá. O objetivo é oferecer internet gratuita em locais de grande movimento para que mais maranhenses sejam incluídos no mundo digital.

Geração de renda
O novo terminal está renascendo junto com um grupo de empreendedores locais que poderão administrar seus pequenos negócios com segurança, higiene, equipamentos e capacitação. São vendedores de lanches que já ocupavam o terminal. Também está em estudo a oferta de outros produtos e serviços, como casa lotérica, farmácia, entre outros.

A iniciativa começou com a inclusão dos empreendedores da Associação dos Vendedores do Terminal do Cujupe (AVTEC). Consciente de sua responsabilidade social, a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), desde o início de 2015, incluiu esses comerciantes no programa de geração de valor aos pequenos negócios envolvidos na atividade do terminal.

Para atuar dentro do novo terminal (em boxes equipados com geladeira, estufa, chapa e outros equipamentos), o grupo vem sendo capacitado pelo Sebrae para oferecer melhor atendimento aos passageiros e incrementar a renda de suas famílias. Foram disponibilizados treinamentos nas áreas de segurança alimentar, boas práticas na preparação de alimentos, atendimento ao cliente, empreendedorismo, gestão financeira e associativismo, dentre outros.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados