Weverton

Pastor Cavalcante se lança pré-candidato e declara apoio a Weverton

O Pastor José Alves Cavalcante (PROS), presidente da Assembleia de Deus em Açailândia e da Convenção dos Ministros das...

O Pastor José Alves Cavalcante (PROS), presidente da Assembleia de Deus em Açailândia e da Convenção dos Ministros das Assembleias de Deus do SETA no Maranhão e Outros Estados da Federação (Comadesma), confirmou, neste domingo (17), seu apoio ao nome do deputado federal Weverton (PDT) como seu pré-candidato ao Senado Federal nas eleições de outubro. “Em minha caminhada à Assembleia Legislativa preciso ter ao meu lado pessoas com visão semelhante à minha. Mesmo não sendo membro da nossa igreja e nem da nossa Convenção, como estamos tratando de política, precisamos de pessoas que sabem o que querem, o que fazem e o que dizem”, afirmou o pastor. A declaração de apoio aconteceu durante o lançamento da pré-candidatura do Pastor Cavalcante a deputado estadual, no 2° Encontro Sul Maranhense de Lideranças Políticas do PROS, realizado no Clube Recreativo Campestre, em Açailândia.

O Pr. Cavalcante ressaltou que Weverton é um jovem dinâmico, de um futuro muito grande, decidido e corajoso. “Ele aceitou um desafio, deixando uma eleição certa a deputado federal, para enfrentar uma batalha do tamanho desta, em busca de uma vaga no Senado Federal”, observou o Pastor, acrescentando que é necessário alguém como ele no Senado Federal. Na oportunidade o Pastor também anunciou seu apoio à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB) e à pré-candidatura de deputado federal do ex-ministro Gastão Vieira: “Com isto, ganha a classe evangélica, ganha o Maranhão. Porque votamos, não em ideologia, nós votamos em pessoas”.

Weverton demonstrou sua satisfação com o apoio recebido e destacou a correção do Pr. Cavalcante em um momento difícil como este que o pais atravessa. “Acredito muito na eleição do Pastor Cavalcante. Até porque o Brasil precisa de verdade de pessoas do bem, pois a população anda descrente nos políticos, em um momento em que o país atravessa uma crise sem precedentes no que diz respeito à política e à economia”, afirmou o deputado.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados