Rios da baixada

Sebrae apoia produção audiovisual que mostrará os rios da Baixada maranhenses como nunca antes vistos

Uma equipe de quinze profissionais da produtora baiana Tem Dendê, gravam série Rios Maranhenses, iniciativa apoiada pelo Sebrae em...

Uma equipe de quinze profissionais da produtora baiana Tem Dendê, gravam série Rios Maranhenses, iniciativa apoiada pelo Sebrae em todo o estado.

Fotógrafo Eduardo Moody registra cena típica as margens do Rio Pericumã

Pinheiro – Uma produção cinematográfica está eternizando e levará para os lares de milhões de espectadores em todo o nordeste brasileiro, por meio da tv aberta e para outros milhares em todo o mundo, por intermédio de canais por assinatura, as belezas dos rios, campos e lagos maranhenses, em especial os localizados na região da baixada maranhense e do litoral ocidental.

Uma equipe de quinze profissionais da produtora baiana Tem Dendê, estão gravando a série Rios Maranhenses, iniciativa apoiada pelo Sebrae em todo o estado e que irá registrar com um olhar diferenciado as mais importantes bacias hidrográficas do estado.

“O Sebrae acredita que a cooperação será a grande chave para o sucesso desse trabalho, por isso todas as nossas unidades regionais estarão envolvidas nesse processo de mostrar as nossas belezas naturais e as ricas histórias das comunidades ribeirinhas. O Maranhão é abençoado por bacias hidrográficas que foram e continuam sendo importantes no desenvolvimento econômico do nosso estado e isso também será retratado”, garante o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, principal articulador da parceria.

Equipe grava cenas em meio as ruínas centenárias de Alcântara

O programa gira em torno das aventuras, descobertas e belas imagens registradas por meio das lentes do experiente e premiado fotógrafo Eduardo Moody, que visitará os quatro cantos do estado em busca do click perfeito, contando histórias de personagens locais, curiosidades e com a participação de especialistas que irão abordar os aspectos econômicos, culturais e geográficos ligados aos rios maranhenses.

A beleza exuberante do Rio Pericumã e dos campos alagados, tão característicos da cidade de Pinheiro, serviram como pontapé inicial da expedição pela baixada maranhense e foram o pano de fundo para mostrar as tradições e o povo acolhedor, que fazem da princesa da baixada uma das melhores cidades para se viver em todo o Maranhão.

Serão dezesseis episódios com quarenta e seis minutos de duração cada um, rodados inteiramente no estado, totalizando mais de 700 minutos de produção, ou seja, doze horas mostrando exclusivamente o Maranhão, suas belezas, tradições e pessoas.

Meliponicultor Osmar Mário Pinheiro recebe equipe do Rios Maranhenses em sua propriedade

Mostrando também personagens como o senhor Osmar Mário Pinheiro, meliponicultor, dono de uma pequena propriedade entre os municípios de Pinheiro e São Bento, onde em perfeita harmonia com a natureza, produz um mel com sabor único. Seu Mário recebeu a equipe do programa Rios Maranhenses e emocionado agradeceu em poder integrar o projeto e à iniciativa do Sebrae em apoiar a produção.

“Agradeço imensamente ao Sebrae e a produtora Tem Dendê pela oportunidade de mostrar para o mundo o trabalho que desenvolvo aqui e essa potencialidade da produção das abelhas nativas sem ferrão”, pontuou Pinheiro.

No terceiro dia de gravações a equipe do programa acordou cedo para registrar na cidade de São Bento, todo o processo de produção do famoso queijo de São Bento, uma riqueza gastronômica encontrada apenas nesse pequeno pedaço do Brasil.

O fotógrafo e apresentador Eduardo Moody navegou ainda pelas águas do rio Itapetinga até o povoado de Paricatiua, zona rural de Bequimão, onde registrou a beleza do bumba boi Estrela de Bequimão, tradicional manifestação cultural que nasceu no município localizado bem no coração da floresta dos guarás e que há 35 anos encanta o público com sua dança, cores e ritmo com sotaque de orquestra.

Boi Estrela de Bequimão encanta com suas cores e danças em apresentação no povoado Paricatiua

“Essa experiência tem sido maravilhosa de poder conhecer esse estado rico, tanto naturalmente quanto culturalmente que é o Maranhão. Tenho certeza que iniciativas como esta do Sebrae, em apoiar produções que possam apresentar a região para o público, só traz benefícios para a população e para os negócios relacionados ao turismo”, lembrou Moody.

A última parada da equipe foi no histórico município de Alcântara, onde toda a exuberância dos guarás, pássaro típico da região, foi registrada. As ruínas imperiais que caracterizam o município do litoral ocidental e a relação das pessoas com a baia de São Marcos também será contada no primeiro episódio da série.

“Mais uma vez gostaríamos de agradecer a todos os nossos parceiros em mais essa ação, que tem como principal objetivo fomentar a cadeia de pequenos negócios ligados ao turismo na região. Um agradecimento especial as prefeituras de Pinheiro, Bequimão e Alcântara por não terem medido esforços para apoiar essa iniciativa”, agradeceu a gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Graça Fernandes.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados