desfile de carros de boi

Sebrae apoia tradicional desfile de carros de boi em Cururupu

A décima edição do Desfile de Carros de Boi em Cururupu recebeu, pelo segundo ano, o apoio do Sebrae...

A décima edição do Desfile de Carros de Boi em Cururupu recebeu, pelo segundo ano, o apoio do Sebrae Maranhão, por se tratar de um importante evento cultural para a cadeia do turismo da região.

O carro de boi é um dos meios de trabalho e transporte mais antigos da história da humanidade. Foi trazido para o Brasil e introduzido na cultura do país-colônia pelos primeiros portugueses que aqui chegaram e logo ganhou destaque como ferramenta, até então de trabalho, para comerciantes e fazendeiros. O transporte também foi indispensável nos engenhos de cana de açúcar espalhados pelo nordeste brasileiro nos séculos XVI e XVII.

Hoje, este meio de transporte sobrevive em pequenos municípios, a maior parte na zona rural. Como atração cultural podem ser facilmente encontrados em grandes festivais e desfiles nas regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais e no interior do Nordeste, como na cidade de Cururupu, na região do litoral ocidental maranhense.

A cidade preserva o uso do veículo e realiza ações de promoção e preservação da tradição, como ações que mantém até hoje por todo o município o que eles chamam de “Caminhos de Carro de Boi” e na vertente cultural realizou, pelo décimo ano consecutivo, o grande encontro anual dos carros de boi, que em cortejo pela cidade para a população e traz um resgate cultural, que coloca em holofote uma tradição que tenta sobreviver ao passar dos anos.

A décima edição do Desfile de Carros de Boi em Cururupu recebeu pelo segundo ano o apoio do Sebrae Maranhão, por meio da sua unidade regional em Pinheiro. Por se tratar de um importante evento cultural para a cadeia do turismo da região a iniciativa recebe o acompanhamento do projeto de Desenvolvimento Econômico e Territorial, DET – Litoral Ocidental.

Este ano, aproximadamente 60 carros de boi participaram do evento, ganhando as ruas da cidade de Cururupu e atraindo a atenção de todos por onde passavam, muitos enfeitados ou acompanhados por manifestações culturais de matriz africana. O encontro reuni ainda várias gerações, que lutam para manter viva uma tradição centenária da região, além de apresentar a diversidade local ao turistas e visitantes.

A celebração dura na verdade dois dias, no primeiro, uma missa é celebrada na tradicional igreja de São Benedito no sábado à noite, onde a comunidade se mistura aos turistas e todos participam de um belo encontro que envolve fé, apresentações artísticas e a valorização da cultura e gastronomia locais.

Na manhã de domingo é a vez da grande festa pelas ruas da cidade, os carreiros, como são conhecidos os donos de carros de boi, reúnem-se e saem em um emblemático e barulhento cortejo pelas ruas da cidade, isso porque as rodas dos carros de boi, feitas de madeira e revestidas por uma camada de aço, em contato com o solo e por efeito da fricção, produzem um som inconfundível, que pode ser ouvido à distância de onde estão passando.

A chegada dos carreiros e seus carros é o ponto alto do desfile, em frente ao palco de honra, um a um, eles passam tendo seus nomes e os nomes de seus bois, fiéis companheiros, anunciados no sistema de som, o que provoca uma verdadeira louvação aos participantes. Todos recebem um troféu que parabeniza-os pela participação no evento.

“Uma belíssima festa, que com toda sua simplicidade alerta a importância de manter viva as tradições do nosso estado, e esse tem sido o maior objetivo da organização do evento, manter viva nas novas gerações o interesse pelo assunto e a participação no desfile para que ele não se torne mais uma celebração cultural extinta pelo passar dos anos. Devido essa importância cultural e de viés turístico é que o Sebrae apoio a tradição”, afirmou a gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Graça Fernandes, que atende a região.

SEBRAE TRABALHA AS POTENCIALIDADES DO TURISMO NA REGIÃO

Toda essa pujança cultural ainda é desconhecida por boa parte do grande público, até mesmo dentro do estado, por isso o Sebrae Maranhão, com o objetivo de estimular e desenvolver os pequenos negócios locais relacionados ao turismo, vem executando inúmeras ações estratégicas dentro da região do litoral ocidental maranhense.

Parcerias com o poder público municipal e entidades de classe que trabalham em prol da promoção de atrativos turísticos e culturais vem sendo desenvolvidas, o que proporciona para a região visibilidade positiva e uma melhor capacitação de empresários, empreendedores e colaboradores de empresas locais, tudo com uma única finalidade, a de poder atender melhor e com maior diversidade de atrativos os turistas que chegam até a região.

Uma das ações que merecem destaque nesse hall foi o I Seminário de Turismo da Região do Litoral Ocidental Maranhense, que contou com a participação de mais de 700 atores envolvidos com o trade turístico da região e representantes do restante do estado. Empresários, gestores públicos, estudiosos e instituições ligadas ao turismo também participaram do evento que integra um plano de ações que serão executadas na região nos próximos anos.

Em 2019, o projeto do Sebrae Maranhão, Desenvolvimento Econômico e Territorial – Litoral Ocidental (DET) será inteiramente voltado para a cadeia do turismo, fortalecendo e estruturando ainda mais o setor na região.

“A cultura é uma atividade complementar do turismo, o turista vem para consumir não apenas atrativos turísticos, mas também atrações culturais e é esse o nosso objetivo quando apoiamos eventos como este, provar que o Maranhão tem inúmeros atrativos culturais espalhados por todo o estado, além do nosso já consagrado bumba meu boi e nós queremos mostrar essas potencialidades dentro e fora do estado”, garantiu o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados