Tudo em casa! Cunhado do prefeito de Pinheiro fatura mais de R$ 100 mil em salários

Primeira Dama do Município de Pinheiro Dr. Taisa nos braços do irmão Kaio Hortegal

A nomeação de companheira(o), filho(a), pai, mãe, avô(ó), neto(a), bisavô(ó), bisneto(a), irmão(ã), tio(a), sobrinho(a), sogro(a) e seus respectivos pais e avós, enteados e seus respectivos netos e bisnetos, cunhado(a), genro, nora, cônjuge do tio(a), irmã(ã) e sobrinho(a), da autoridade nomeante ou do servidor, da mesma pessoa jurídica, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, caracteriza crime de nepotismo.

Nesse sentido, os parentes determinantes para caracterização do nepotismo, é inconstitucional a nomeação de seus familiares, em razão do parentesco direto entre a autoridade nomeante e o nomeado. A lista de nomes de servidores do município de Pinheiro, mostra que o prefeito, Luciano Genésio, comeu o crime de nepotismo e está sujeito à perda do cargo e pagamento de multa pelo crime cometido.

A lista inclui salários exorbitantes para irmã, tia, primos, cunhados e etc. Muitos com salário maior do que o vice-prefeito e secretários. A prefeitura de Pinheiro, literalmente virou caso de família.

Alguns casos chamaram a atenção como é o caso do Dr. Kaio Aguiar Hortegal, cunhado do prefeito e irmão da primeira Dama do Município, a Dra. Taisa Hortegal.

O Dr. Kaio fatura mais de 100,000,00 (cem mil reais) em dois contratos firmados com a prefeitura de Pinheiro.

O Dr. Caio fatura mais de 100,000,00 (cem mil reais) em dois contratos firmados com a prefeitura de Pinheiro. Como médio do hospital Materno Infantil de Pinheiro, o Dr. Kaio tem um contrato no valor de R$ 64.926,57 (sessenta e quatro mil, novecentos e vinte e seis reis e cinquenta e sete centavos). O segundo contrato do Dr. Kaio é como médico do  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU no valor de R$ 40.788,65 (quarenta mil, setecentos e oitenta e oito reias e sessenta e cinco centavos).

Nos próximos posts o blog trará outros contratos de parentes do prefeito que recebem salário de quase 10 mil reais, ou seja, um ganho maior do que o salário do vice-prefeito da cidade e secretários municipais. 

Diante de tantos desmando a sociedade pinheirense aguarda uma posição do Ministério Público.

Comente